Oklahoma abre registro e libera primeiras licenças para maconha medicinal

oklahoma Oklahoma abre registro e libera primeiras licenças para maconha medicinal

O sistema de inscrição online foi ao ar na manhã de sábado (25) no portal Oklahoma Medical Marijuana Authority e mais de 1, 6 mil pessoas e empresas solicitaram as primeiras licenças para cultivo, comércio e uso da maconha para fins terapêuticos. Para testar o processo de aprovação foram concedidas 23 licenças para pacientes.

Em junho, os eleitores do estado de Oklahoma aprovaram uma lei autorizando o cultivo, comércio e uso de maconha para fins medicinais. O sim venceu com 56,8% dos votos.

Para fazer uso regulamentado da erva será necessário obter uma licença médica, por um profissional registrado no Conselho de Medicina do estado, que será emitida com aprovação do Departamento de Saúde de Oklahoma.

Foi o que fizeram mais de 1.600 pessoas e empresas que solicitaram as primeiras licenças para cultivo, comércio e uso da maconha para fins terapêuticos na abertura do sistema online.

O sistema de inscrição online foi ao ar às 10h da manhã de sábado (25) no portal Oklahoma Medical Marijuana Authority – OMMA para todos os potenciais pacientes, cultivadores, dispensários, processadores e cuidadores. O porta-voz do Departamento de Saúde, Tony Sellars, disse ao The New York Times que até a noite deste sábado, a agência havia recebido solicitações de 1.054 pacientes, 634 empresas e três para cuidador.

Para testar o processo de aprovação foram concedidas 23 licenças para pacientes e os pedidos de aprovação retornam nesta segunda-feira (27), disse Sellars.

Segundo Sellars, o processo de candidatura tem funcionado sem problemas, exceto por uma pequena falha na manhã de sábado para alguns usuários de e-mail do Yahoo e do iCloud. Alguns candidatos que usam esses serviços de e-mail podem não receber o e-mail de confirmação, embora tenha dito que a empresa que forneceu o sistema de inscrição estava trabalhando para resolver o problema.

Os pedidos devem ser feitos online e não podem ser enviados em escritórios de saúde estaduais ou municipais.

O portal OMMA foi criado para supervisionar o programa de maconha medicinal no estado. É responsável por licenciar, regulamentar e administrar o programa conforme autorizado pela lei estadual. Operando sob o Departamento de Saúde de Oklahoma, o principal objetivo é garantir práticas seguras e responsáveis para os cidadãos do Estado.

#PraCegoVer: fotografia de capa da bandeira de Oklahoma personalizada com fundo verde e elementos em branco e uma folha de maconha no lugar do ramo de oliveira, tremulando sob o céu. Créditos da foto: Indica Creative.

 Oklahoma abre registro e libera primeiras licenças para maconha medicinal

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas... um dos responsáveis e 'faz-tudo' do Smoke Buddies.