O CBD pode melhorar a sua vida sexual?

sexo O CBD pode melhorar a sua vida sexual?

Milhões de pessoas sofrem de ansiedade quando estão prestes a fazer sexo, devido à preocupação com desempenho sexual. Mas algumas mulheres encontraram a solução para esse problema: o canabidiol. As informações são do HuffPost.

Como muitas pessoas, Susan costumava recorrer ao álcool para se descontrair e desinibir. É claro que o álcool tem suas desvantagens, mas ela achava que a bebida tinha o efeito que ela procurava. E foi assim durante anos.

Até que ela descobriu o canabidiol, ou CBD, o ingrediente não psicoativo da planta da maconha, cuja popularidade vem crescendo vertiginosamente.

“Só comecei a usar CBD [para o sexo] quando eu já tinha mais de 40 anos, e foi um maravilha”, disse Susan, que optou por não revelar seu sobrenome porque produtos relacionados à maconha não são permitidos no lugar onde ela trabalha. “Eu podia relaxar, dar umas risadas… o CBD realmente me permite ser feliz.”

Susan também notou que seus sentidos ficavam aguçados com o canabidiol e seus orgasmos se intensificaram. E, diferentemente do que acontece com o álcool, ela não precisava sofrer ressacas, memória fraca e secura vaginal. Na realidade, ela dormia melhor depois de usar CBD e fazer sexo.

Mas Susan parece fazer parte de uma minoria de pessoas que vêm experimentando o CBD para melhorar sua vida sexual. Numa pesquisa recente do site Remedy Review, que traz estudos e informações ligados ao canabidiol e outros remédios naturais, 94% das pessoas disseram nunca ter utilizado o CBD para fins sexuais. Aquelas que já o fizeram, contudo, relataram apenas resultados positivos. Aproximadamente 64% dos entrevistados na pesquisa que tinham experimentado o canabidiol antes de ter relações sexuais disseram que sua experiência sexual foi beneficiada.

Leia: Maconha pode ajudar a ter orgasmos melhores?

É importante observar que a pesquisa foi pequena (foram entrevistadas apenas cerca de mil pessoas) e os dados revelam principalmente os resultados de usuárias mulheres. Isso reflete outras pesquisas que apontaram que a maioria das pessoas que usam CBD é formada por mulheres.

Disponível geralmente sob a forma de óleo, produtos comestíveis ou em cigarros eletrônicos, o CBD é um produto relativamente novo no mercado e que ainda não foi objeto de pesquisas suficientes para render conclusões definitivas a seu respeito. Boa parte do que se ouve sobre o composto é puramente fruto de experiência empírica. Será preciso colher mais dados sobre o canabidiol para chegar a um entendimento melhor dos hábitos das pessoas que o utilizam e como ele funciona exatamente.

Mas alguns especialistas dizem que você não faria mal algum em experimentar o CBD – nos lugares onde seu consumo é permitido por lei – para beneficiar sua vida sexual e outros aspectos de seu bem-estar. Veja o que é preciso saber:

O CBD pode ajudar você a se desinibir e possivelmente colocá-lo no clima para transar.

Talvez você já tenha se preocupado com a aparência de seu corpo ou com seu cheiro. Talvez já tenha tido medo de não conseguir dar prazer a seu parceiro, ou talvez tenha se pressionado para ter um orgasmo.

Se algo disso já lhe aconteceu, saiba que você não está só: milhões de pessoas sofrem de estresse ou ansiedade sobre sua performance sexual. E, o que não surpreende, isso pode lançar um balde de água fria sobre seu desejo sexual. Para a obstetra e ginecologista Dra. Felice Gersh, de Irvine, Califórnia, o CBD ajuda a combater esse tipo de sentimento que esfria o tesão.

“O óleo de CBD reduz as auto-imagens sexuais e negativas relacionadas à aparência ou à atratividade sexual de quem o consome”, disse Gersh. “O fato de a pessoa se sentir menos preocupada com a aparência de seu corpo ou com sua performance pode ajudá-la a se descontrair e curtir toda a experiência sexual.”

O CBD atua diretamente sobre o sistema endocanabinoide do organismo – uma rede complexa de receptores no corpo que ajudam a regular o sistema nervoso, o sistema imunológico e os órgãos corporais. De acordo com Gersh, esses receptores, quando são ativados pelos endocanabinoides do próprio organismo, podem exercer um efeito ansiolítico sobre o cérebro. E o canabidiol possui as mesmas propriedades de erradicar o estresse dos endocanabinoides do nosso próprio corpo.

“O CBD se liga aos receptores desse sistema como se fosse nossos endocanabinoides endógenos, ou próprios”, disse Gersh, explicando que esse processo pode ajudar a aliviar a ansiedade que uma pessoa pode sentir quando está prestes a fazer sexo.

Estudos apontaram que o CBD pode ajudar a reduzir a ansiedade como um todo. E, quanto menos ansioso você estiver, mais poderá sentir prazer com o sexo.

Leia também: Fazer sexo sob efeito de maconha é melhor que transar bêbado

O CBD pode reduzir a dor.

Não são apenas os benefícios mentais do CBD que os especialistas destacam. Segundo Gersh, existe outro grupo de receptores em nosso sistema endocanabinoide que pode reduzir a dor, fazendo do canabidiol uma opção para pessoas que sofrem qualquer tipo de dor aguda ou crônica decorrente de coisas como espasmos musculares, fibroides, endometriose ou dor no assoalho pélvico.

O unguento tópico de CBD, feito da planta inteira, pode ajudar mulheres que sofrem dor durante a relação sexual devido à secura vaginal ou irritação na abertura vaginal, possibilitando experiências sexuais mais confortáveis e prazerosas, disse Gersh.

Os homens que sofrem de disfunção erétil também podem se beneficiar com o uso do CBD, segundo Evan Goldstein, especialista em saúde sexual queer e wellness e fundador da Bespode Surgical, clínica cirúgica para homens que está presente em Nova York e Los Angeles.

“O CBD beneficia o fluxo sanguíneo e a sensação nervosa, podendo intensificar o prazer sexual e os orgasmos de todos”, disse Goldstein. Ele diz que recomenda o CBD a muitos de seus clientes LGBTQ+ que estejam tendo problemas.

O CBD atua de modo diferente em corpos diferentes.

É importante destacar que não existe uma fórmula que funcione igual para todos quando se trata de usar o CBD para fins sexuais. O CBD pode afetar as pessoas de maneira diferente, dependendo de fatores como o sexo e o índice de massa corporal de cada um. Pode reforçar a libido de uma pessoa, mas não influir sobre outra.

Há também a questão da dosagem, razão pela qual é difícil estudar o CBD em primeiro lugar. A maioria dos produtos à base de CBD incluem recomendações de dosagem na embalagem. Mas se você nunca usou o produto, vale a pena consultar seu médico ou outro profissional médico bem informado para obter uma recomendação baseada em suas necessidades específicas, disse Goldstein.

Resumindo: ainda resta muito a ser aprendido sobre os efeitos do CBD sobre o corpo. Mas, com base nas crescentes evidências empíricas e obtidas de pesquisas, um pouco de CBD pode ser útil entre os lençóis.

*Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.

#PraCegoVer: fotografia (de capa) de duas mãos, uma sobre a outra, de duas pessoas que estão na cama e aparecem no fundo desfocado.

lazy placeholder O CBD pode melhorar a sua vida sexual?

Sobre Smoke Buddies

O Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. http://www.smokebuddies.com.br