Massachusetts: vendas de maconha legal atingem quase US$ 24 milhões em 2 meses

massachusetts arrecada 24 mi Massachusetts: vendas de maconha legal atingem quase US$ 24 milhões em 2 meses

Pelo que tudo indica, após dois meses da legalização, os consumidores de Massachusetts estão gastando bastante verde com verde. E quem lucra com isso é a sociedade, que leva 20% de imposto sobre as vendas de maconha.

De acordo com autoridades de Massachusetts, as vendas nos dispensários do estado totalizaram quase US$ 24 milhões nos primeiros dois meses de cannabis legal. Dados divulgados recentemente pela Comissão de Controle de Cannabis de Massachusetts mostram que US$ 23,8 milhões em produtos de cannabis foram vendidos desde o final de novembro, quando as vendas em dispensários iniciaram no Estado.

Segundo publicação da High Times, as vendas de maconha legal têm sido fortes em Massachusetts desde o início. Apenas nos primeiros cinco dias de legalização, os dois únicos dispensários que abriram na época venderam mais de US$ 2 milhões em produtos.

A Comissão divulgou também os números de vendas da última semana. Durante esse tempo, os varejistas venderam 76.606 unidades de produtos de cannabis. O custo médio por item foi de US$ 43,86. Um imposto de 20% é cobrado sobre os produtos canábicos, com 17% indo para a comunidade (Estado) e 3% para os municípios.

Primeiro da Costa Leste

Massachusetts tornou-se o primeiro estado na costa leste dos Estados Unidos com vendas legais de maconha recreativa quando os dispensários foram inaugurados em 20 de novembro do ano passado. Stephen Mandile, um veterano da Guerra do Iraque, foi a primeira pessoa na fila da Cultivate quando abriu. Ele disse à mídia local que estava ansioso pela legalização da cannabis durante toda a sua vida.

“Eu provavelmente sonhei com isso no segundo grau, que este dia iria acontecer em algum momento, mas ser capaz de fazê-lo hoje é incrível”,  disse Mandile. “Ter veteranos reconhecidos, não apenas eu mesmo, mas trazer outros veteranos comigo, é super especial para mim.”

Em Leicester, o dispensário Cultivate atraiu tanta gente ao estabelecimento na semana de inauguração que autoridades municipais convocaram uma reunião de emergência para discutir o congestionamento de tráfego na cidade. A gerência do dispensário disse que cerca de 1.000 clientes visitaram a loja todos os dias desde a inauguração. Dawn Gauthier, moradora que mora perto da Cultivate, disse que a nova loja de maconha teve um impacto significativo na vizinhança.

“Temos carros de fora da nossa cidade sete dias por semana”, disse Gauthier. “Não temos vida, é como viver em um aquário.”

Um cliente não identificado disse que, apesar do tráfego, fazer uma compra no Cultivate não foi difícil.

“É muito organizado”, disse o cliente. “Todo mundo indica. Eu perguntei a um policial qual caminho seguir para pegar maconha e ele me disse, então isso parece estranho.”

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em vista superior, na diagonal, e em close-up de um pin dourado em forma de folha de cannabis, sobre um maço de notas de cem dólares que traz estampada a face de Benjamin Franklin. Créditos da foto: Shutterstock.

lazy placeholder Massachusetts: vendas de maconha legal atingem quase US$ 24 milhões em 2 meses

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.