4 maneiras incríveis de como a maconha pode ajudar em seus exercícios

pernas exercicios 4 maneiras incríveis de como a maconha pode ajudar em seus exercícios

A imagem do maconheiro preguiçoso é um estigma do passado. Hoje, a tendência é aliar a erva aos exercícios, e que o digam muitos atletas de elite que usam a maconha para melhorar seu desempenho e recuperação. Saiba mais sobre o assunto no artigo do The Fresh Toast, com tradução Smoke Buddies.

O mantra da contracultura dos anos 60, “ligue-se, sintonize-se, caia fora”, precisa de uma atualização para o século XXI . Que tal “ligue-se, afine-se, perca peso”? Esqueça a tropa cansada de drogados preguiçosos, trancados no sofá da sala comendo doritos, enquanto assistem a reprises de Bob Esponja. A nova tendência é casar maconha com exercícios.

“A maconha me relaxa e me permite alcançar um controlado estado de meditação”, disse Clifford Drusinsky, triatleta campeão, ao Men’s Journal. “Quando fico chapado, treino mais esperto e me concentro na forma”.

Não acredita nele? Ele não está sozinho. A maconha se tornou a droga de escolha entre surfistas, alpinistas, snowboardersestrelas do futebolheróis do basquetelutadores de artes marciais mistas e talvez o maior atleta olímpico da história.

Mas você não precisa ser um atleta de elite. Guerreiros do fim de semana estão descobrindo que a cannabis não só ajuda no treino em si, como é um tônico pós-treino surpreendentemente eficaz. Em vez de beber uma cerveja pós-corrida, experimente uma baixa dose de comestível ou bebida à base da erva. Seu corpo vai agradecer… e você provavelmente estará sorrindo um pouco mais.

Quanto à perda de peso? Uma garrafa de 355 ml de Sierra Nevada Pale Ale tem 175 calorias. Digamos que você tome duas garrafas de cerveja depois de uma agradável corrida de 30 minutos. Bem, parabéns! Você adicionou de volta todas as calorias que acabou de queimar. Cannabis? Zero calorias.

Procurando uma maneira de consumir e participar no atletismo com um grupo de entusiastas da cannabis? Confira o 420 Games, que promove o uso saudável e responsável da cannabis. (Não se preocupem amantes da cerveja; os eventos do 420 Games incluem cervejas artesanais após a competição.)

NOTA: Se você estiver usando maconha ANTES de seu treino, é altamente recomendado que você use uma strain sativa. Normalmente, as strains indicas são mais eficazes para recuperação e relaxamento pós-exercício.

Aqui estão quatro razões pelas quais a cannabis pode ser útil para manter seu corpo em forma:

Permanência no ritmo

Você já experimentou a alta dos corredores? O que você está sentindo são suas endorfinas entrando em ação. Pense em exercitar com a cannabis uma maneira diferente de obter uma sensação semelhante.

“O sistema endocanabinoide funciona como endorfinas”, segundo Andrea Giuffrida, especialista em endocanabinoides do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas. Um estudo na universidade demonstrou que após corridas de alta intensidade as pessoas têm níveis elevados de endocanabinoides, que ocorrem naturalmente na corrente sanguínea. Então, se as endorfinas o ajudam a passar por um treino intenso, esses endocanabinoides podem aumentar seu limiar de dor para fazer o mesmo.

Estudos em camundongos mostraram que mesmo pequenas doses de THC aumentam a atividade motora – portanto, um estímulo pré-treino pode resultar em um pequeno aumento no seu ritmo. Um estudo francês descobriu que quando o THC atinge o cérebro, o mesmo produz mais pregnenolona, ​​a substância química que é um precursor dos esteroides produzidos pelo corpo. Essa interação pode aumentar a energia e reduzir a fadiga.

“Isso pode ajudar alguns atletas a entrar em uma zona e colocar seus corpos em uma atividade física muito difícil”, diz Mark Ware, professor da Universidade McGill, no Canadá. “Muitos corredores de longa distância admitem usar vaporizadores ou comestíveis antes de participar de uma maratona, porque a cannabis permite que eles removam a monotonia e permaneçam em uma zona rítmica constante para manter uma velocidade de corrida competitiva”.

Aumento do metabolismo

De acordo com um estudo registrado no Men’s Journal: Os compostos da maconha podem ajudar a aumentar o metabolismo, acelerar a perda de gordura e diminuir o colesterol.

“Pesquisadores do Jornal Americano de Medicina descobriram que os fumantes de maconha realmente têm níveis 16% mais baixos de insulina em jejum em seus corpos do que aqueles que se abstêm da erva. Além disso, o estudo indicou que os usuários de cannabis têm 17% a menos de resistência à insulina, bem como médias de circunferência de cintura significativamente menores do que as dos não fumantes”, afirma o relatório.

Quer mais energia e maior perda de peso? Então preste muita atenção aos seus níveis controlados de insulina.

Redução da ansiedade

“Nós temos receptores canabinoides em todo o cérebro, e quando o THC atinge esses receptores, isso desencadeia um sistema que reduz a ansiedade”, diz Keith Humphries, professor da Escola de Medicina de Stanford e ex-conselheiro sênior do Escritório Nacional de Política de Controle de Drogas da Casa Branca.

Pesquisadores da Universidade Vanderbilt descobriram que os receptores canabinoides, através dos quais a maconha entra em seu corpo, ajudam a regular a ansiedade e a resposta de fuga ou luta.

Recuperação muscular

A maconha é um medicamento anti-inflamatório. Puro e simples. O governo dos EUA possui a patente 6630507, que descreve as qualidades antioxidantes e neuroprotetoras da cannabis.

Aqui está o que o ultramaratonista Jeff Sperber disse ao Runner’s World: “Quando você está correndo há muito tempo, você tem inchaço nos músculos e dores nas articulações e está cansado. Você pode tomar um Advil, que vai ajudar no inchaço e inflamação, mas também é muito desgastante para o seu fígado. Eu não posso fazer essas coisas e funcionar como um ser humano normal. Como fumante de maconha, eu posso funcionar”.

Depois de um treino extenuante, você ainda sentirá a queimação. Mas a cannabis ajudará no alívio da dor.

Então acerte a trilha. Vá para o seu estúdio de ioga. Jogue tênis. Faça o que fizer seu coração bombear. Fique hidratado. E aproveite sua cannabis. Isso faz um bom corpo.

Leia também:

5 maneiras de incluir a cannabis na rotina de treinos de um corredor

#PraCegoVer: fotografia (capa), quase ao nível do chão, da parte de trás das pernas (panturrilhas) de uma pessoa que está calçando um tênis nas cores branco e vermelho, em uma estrada; uma das pernas está mais para trás e flexionada; o fundo e a parte direita da foto estão com um efeito esmaecido em cor amarela.

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!
[mailpoet_form id="2"]
Deixe seu comentário