Literatura Sativa: Revolução Apaixonada

marcha da maconha enche SP de fumaca Literatura Sativa: Revolução Apaixonada

 

Nós não lutamos com canhões

Nem mesmo uma arma apontada

Nossa guerra permuta corações

Nós persistimos nessa caminhada

 

Não será através de violência

Nós buscamos respeito da sociedade

Não lutamos sem ter em vista a consciência

Nós buscamos o respeito à diversidade

 

Nós estamos cônscios da dificuldade

Não que isso nos jogue na desistência

Nós somos os revolucionários mais politizados

 

Nós estamos lutando pela legalidade

Nós queremos esclarecer a sua urgência

Nós somos os maconheiros mais apaixonados

 

Fotografia de capa: Lucas Tavares | Smoke Buddies – Marcha da Maconha São Paulo 2017

lazy placeholder Literatura Sativa: Revolução Apaixonada

Sobre Douglas Fortunato

Estudante de Filosofia no Rio de Janeiro, na UERJ, 23 anos e recém chegado na militância da causa canábica.