Literatura Sativa: Nós Dois e Um Dois

baseado maos Literatura Sativa: Nós Dois e Um Dois

Perdidos na alta madrugada

Aquele chá que só você nos faz

Nossa cidade dorme calada

Enquanto ponho um disco de jazz

 

Água no bong… Beijos na boca

Versamo-nos como poema

Som ambiente com a luz pouca

Astros da cama… Como cinema

 

Ray cantando sobre a Georgia

Piano denso como fumaça

Tua boca me conduz… Me guia

Sou tua presa… Singela caça

 

Acendemos unzinho na cama

Mil beijos vorazes nos inflamam

É inegável a nossa chama

E como nossos corpos se amam

 

O sexo é intenso e forte

Como versos que Caymmi compôs

Perco meu siso… Todo meu norte

Quase divino: Nós dois e um dois

 

Leia também ~ Literatura Sativa: A Maconheira

#PraCegoVer: fotografia (de capa) que mostra parte das pernas e do corpo de uma pessoa, vestindo calça jeans e blusa de lã colorida (partes inferior e direita da foto), que segura uma seda com maconha dichavada, sobre a qual uma terceira mão (parte superior esquerda) joga a erva; com um fundo desfocado de um gramado.

lazy placeholder Literatura Sativa: Nós Dois e Um Dois

Sobre Douglas Fortunato

Estudante de Filosofia no Rio de Janeiro, na UERJ, 23 anos e recém chegado na militância da causa canábica.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário