Literatura Sativa: No Meu País

brasil mata mais traficantes que a indonesia andre barros smoke buddies Literatura Sativa: No Meu País

 

O carinho da minha mãe me rodeia

Dona de casa simples e batalhadora

Mas não poderia me tirar duma cadeia

Afinal, ela não é uma desembargadora

 

No meu país funciona assim

Pobres são traficantes…

Viram presidiários

Para os ricos, não é esse o fim

Apenas estudantes…

Inofensivos usuários

 

Mas para muitos isso é interessante

Afinal, se legalizar, como o Aécio ganharia dinheiro?

Como continuaríamos rumo ao “progresso”?

 

Regularizar o consumo não é importante

Como o Crivella continuaria afundando o Rio de Janeiro?

Como a bancada evangélica dominaria o Congresso?

Ilustração de capa: Latuff

 Literatura Sativa: No Meu País

Sobre Douglas Fortunato

Estudante de Filosofia no Rio de Janeiro, na UERJ, 23 anos e recém chegado na militância da causa canábica.