Literatura Sativa: A Cannábica Companheira

festival cultura cannabica amapaense smoke buddies Literatura Sativa: A Cannábica Companheira

 

Estávamos de pernas entrelaçadas

A fumaça passava de sua boca para a minha

Depois de tantas horas passadas

Eu já não poderia deixá-la sozinha

 

Naquela tarde pude sentir todo seu calor

Desinibida… Também me fez perder a vergonha

Em meio a toda aquela forma de amor

Ela me perguntou: “Ainda temos maconha?”

 

Enrolamos mais um e ficamos conversando

Eram tantos beijos e assuntos da militância

Assim vi que levantávamos a mesma bandeira

 

Nossa tarde perfeita: Amando e legalizando

Como era bom não nos chocarmos em discrepância

Estava tão feliz… Eu e a linda e cannábica companheira

lazy placeholder Literatura Sativa: A Cannábica Companheira

Sobre Douglas Fortunato

Estudante de Filosofia no Rio de Janeiro, na UERJ, 23 anos e recém chegado na militância da causa canábica.