Literatura Sativa: A Gente Também Cansa

literatura sativa resistencia smoke buddies Literatura Sativa: A Gente Também Cansa

Não é fácil ser sempre exposto

O guerreiro na linha de frente

Já fomos chamados de desgosto

O protótipo de delinquente

 

“Falar de maconha não é arte!”

Comentam eles com um carimbo

“Da beleza isso não faz parte!”

Assim eles te jogam no limbo

 

A Smoke Buddies então abraçou

E me devotou a esperança

De repente… Tudo aconteceu

 

E se nisso você nunca pensou

Saiba que a gente também cansa

Mas se há luta… Cá estarei eu

 

#PraCegoVer: fotografia de capa de um muro, em Montevidéu, onde foi grafitado a folha da maconha e os dizeres em espanhol “Seras eterno como el tiempo y floreceras en cada primavera”. Crédito da foto: Dave Coutinho.

 Literatura Sativa: A Gente Também Cansa

Sobre Douglas Fortunato

Estudante de Filosofia no Rio de Janeiro, na UERJ, 23 anos e recém chegado na militância da causa canábica.