Israel aprova vaporizador para consumo de maconha medicinal

Israel aprova vaporizador para consumo de maconha medicinal  Israel aprova vaporizador para consumo de maconha medicinal

Na vanguarda da maconha medicinal, o Ministério da Saúde de Israel aprovou o uso do equipamento para o consumo medicinal de cannabis. Com isso, o país é o primeiro do mundo a certificar esse tipo de dispositivo.

O Ministério da Saúde de Israel aprovou recentemente que uma empresa israelense produza vaporizadores de maconha, possivelmente se tornando o primeiro país do mundo a certificar legalmente esse dispositivo para fins médicos.

Segundo o Jerusalém Post, a Kanabo Research, uma empresa de pesquisa e desenvolvimento de cannabis para fins medicinais, anunciou que recebeu a certificação do ministério para o VapePod, um dispositivo da empresa para consumo de extratos e flores de maconha.

“Esta aprovação é um anúncio significativo para os pacientes de cannabis medicinal em Israel, que agora poderão usar o vaporizador com finalidades médicas legalmente pela primeira vez”, disse Avihu Tamir, co-fundador da Kanabo, ao Jerusalém Post.

A aprovação deste dispositivo permitirá que aqueles que estão autorizados para o uso de maconha medicinal reduzam os potenciais riscos para a saúde ao inalar fumaça e possam ter uma dosagem mais precisa. Geralmente a sugestão médica é de que seus pacientes evitem o fumo crônico de qualquer tipo ou substância.

Para o usuário que está em busca de um consumo mais seguro de cannabis, a vaporização é uma das mais eficazes e o investimento vale a pena quando comparado o custo ao benefício à saúde.

Clique aqui e conheça o melhor do mundo dos vaporizadores.