Imagina a brisa

Hoje dei uma pitada no mato santo antes de aparar a barba. Estava de boa, tranquilão curtindo os pensamentos que fluíam enquanto os pelos caíam. Uma das coisas que lembrei em meio a essa brisa foi de uma frase que vi nessa semana: imagina se o que matou os dinossauros foi um acidente com OVNIS e somos nós os sobreviventes!?

Fume um, tente esquecer todas as histórias que te contaram sobre o surgimento da nossa raça e se deixe levar pelas possibilidades.
Seríamos nós realmente os descendentes de Adão e Eva? E quanto ao macaco? Será que realmente é nossa ancestral?

Dê mais um bolinha no ban e pense na seguinte hipótese: Imagina se nós somos um experimento de outra raça? Assim como criamos cachorros, será que uma raça superior cria humanos? Algo no estilo ‘Show de Truman’, porém mais cruel.

Uma das possibilidades mais engraçadas que viajo de vez em quando é: já pensou se existem diversos nós mesmos ao redor das dimensões possíveis? Por exemplo, você pode estar vivendo o ano de 2013 e outro você já está em 2029, outro você ainda está em 1994 comemorando o pênalti pra fora que o Roberto Baggio bateu.

Devo dizer que a morte sempre foi um mistério pra mim. Será que os tão falados ET’s poderiam ser os mortos? Se o universo é infinito, ainda tem muito tipo de ser que pode existir. Podem não respirar como nós, podem não falar como nós, mas, eu não tenho dúvidas de que possam existir serem muito mais avançados que nós.

Se analisarmos friamente, somos uma raça toda cagada. Os mortos devem rir das nossas trapalhadas existenciais. Seres de outras dimensões só não devem ter invadido essa bagaça porque são sádicos e gostam de dar risada do quanto burros nós somos.

Imagina a brisa: Uma maconha de outra dimensão. Fumaria fácil. Bora pensar possibilidades, buddies. Não é só do que a gente conhece ou afirma conhecer que a existência é composta. Não existe o nada, existe o que não conhecemos e estamos longe de conhecer. O ‘tudo’ é só uma parte do que ainda não conseguimos imaginar.

lazy placeholder Imagina a brisa

Sobre Chap

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário