Canadá: Empresa de maconha tem vendas 260% maiores no trimestre, mas ações caem

superproducao de maconha na suica Canadá: Empresa de maconha tem vendas 260% maiores no trimestre, mas ações caem

A produtora de maconha canadense Aurora Cannabis registrou um lucro líquido de 105,5 milhões de dólares no terceiro trimestre deste ano, tendo um aumento de 260% na receita em comparação ao mesmo período do ano passado. As informações são da InfoMoney.

A companhia canadense produtora de maconha Aurora Cannabis anunciou seus resultados do terceiro trimestre nesta segunda-feira (12) com resultados melhores do que o esperado pelo mercado. A receita total aumentou 260% em relação ao mesmo período do ano passado.

A empresa registrou lucro líquido de US$ 105,5 milhões, ante US$ 79,9 milhões no trimestre anterior. No mesmo período do ano passado, o lucro foi de US$ 3,6 milhões.

Este é o primeiro relatório de resultados desde que o Canadá legalizou o uso recreativo de maconha no mês passado. A receita total aumentou 55% em relação ao trimestre anterior, para US$ 29,7 milhões.

As ações da empresa abriram em leve alta, mas viraram para queda e às 17h caíam 1,60% nesta segunda-feira (12). Vale lembrar que os investidores podem estar realizando lucros, já que as ações subiram 76% nos últimos 3 meses.

Os papeis de empresas de maconha estão em alta em 2018. Durante décadas, a maconha foi tabu, por isso nunca foi tema de conversa em Wall Street. Mas agora que a legalização está se tornando um movimento em alguns lugares, o conceito de comercializar a erva é uma tese válida, de acordo com o site Investor Place.

“O Canadá tem estado na vanguarda desse movimento – que ainda não está consolidado em uma única direção. Até que isso aconteça, o risco nessas ações ainda é alto. Portanto, eu consideraria apenas investir em ACB como uma tese especulativa dentro de uma carteira conservadora”, diz o site.

O CEO da empresa, Terry Booth, afirmou que o início das vendas pelo consumidor no Canadá foi muito bem-sucedido para a Aurora, com forte desempenho em todas as categorias e marcas de produtos. “Dada a forte demanda não atendida pelo consumidor em todo o país, estamos confiantes de que nosso rápido aumento na capacidade de produção resultará em aceleração contínua do crescimento da receita”, disse o executivo em comunicado.

O preço médio de venda por grama de maconha cresceu 15% em relação ao ano ao mesmo período do ano passado, para US$ 8,39, enquanto o custo por grama caiu 12%, para US$ 1,90.

A quantidade de cannabis produzida e vendida também aumentou significativamente durante o trimestre. Em comparação com o mesmo período de 2017, os quilos produzidos e vendidos aumentaram 395% e 201%, respectivamente.

Booth afirma que a empresa tem como objetivo mais que dobrar sua produção dentro de alguns meses. “Com base nas salas de cultivo em produção, a empresa está atualmente operando a uma taxa de execução anualizada de 70 mil kg. A administração antecipa que, no início do calendário de 2019, a Aurora terá uma taxa de produção excedendo 150 mil kg por ano”, disse o CEO.

Leia também:

Aurora Cannabis entra no mercado de ações de Nova York

#PraCegoVer: fotografia (de capa) de parte do corpo de uma pessoa que veste luvas de cor azul enquanto manuseia ramos de maconha que estão dependurados.

lazy placeholder Canadá: Empresa de maconha tem vendas 260% maiores no trimestre, mas ações caem

Sobre Smoke Buddies

O Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. http://www.smokebuddies.com.br
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário