Sede de Clube Canábico é localizada pela polícia em Londrina

baseado fumando Sede de Clube Canábico é localizada pela polícia em Londrina

Em Londrina, no Paraná, a sede de uma associação de maconheiros foi localizada pela polícia civil. Na casa, foram encontrados pé de maconha e uma estufa adaptada, segundo a polícia, para o uso da erva. As informações são do Ric Mais / R7.

A Polícia Civil descobriu a existência de uma ‘associação de maconheiros’ em Londrina, no norte do Paraná, na tarde desta quarta-feira (5). Em uma residência foram encontrados inúmeros pés da droga, um cachorro com dreadlock e uma cápsula feita especialmente para fumar a erva, além de uma caderneta com registros referentes a agremiação de apreciadores de maconha.

De acordo com informações, os investigadores chegaram até o conjunto de casas localizadas na Rua Guararapes após uma denúncia anônima de que no local estariam cultivando maconha.

O bilhete da polícia

Na residência vive um estudante de Medicina Veterinária de 38 anos, mas ele não estava em casa no momento da batida policial. “Ele não se encontrava no momento, mas já está identificado. Todo esse material será apreendido e apresentado à autoridade policial”, disse Valdemir Teixeira, da Polícia Civil. Um bilhete avisando sobre apreensão foi deixado pelos policiais na casa.

lazy placeholder Sede de Clube Canábico é localizada pela polícia em Londrina

#PraCegoVer: fotografia do bilhete deixado pela polícia na residência, onde se lê: “Sua documentação e toda sua maconha foi apreendida por uma operação da Polícia Civil. Procure a chefia da Furtos e Roubos na 10ª SDP”.

Associação de Maconheiros de Londrina

Entre as descobertas, os agentes também encontraram um caderno com o nome dos membros da Associação de Maconheiros de Londrina (AMACOL). Nas anotações estavam resultados de bingos que foram realizados pelos participantes. O prêmio, é claro, era maconha.

Cápsula para fumar maconha

Segundo Valdemir Teixeira, da Polícia Civil, é a engenhoca construída especialmente para fumar maconha é inusitada. “É a primeira vez que nos deparamos com esse tipo de estufa para consumo da droga. Já localizamos diversas estufas para o plantio, mas essa exclusiva para o uso nunca”.

Assista à reportagem completa sobre a cápsula de fumar maconha:

A repórter Dayane Enz foi até lá para conferir todos os detalhes.

Nota da Redação

Na reportagem, Dayane Enz diz que é apologia à maconha quando se refere a material informativo sobre a legalização da cannabis e aos membros da Associação. Nós da Redação da Smoke Buddies aproveitamos o ensejo para esclarecer alguns pontos:

  • Falar, noticiar, vestir e defender a legalização da maconha já não pode mais ser considerado crime de apologia desde 2011 quando os ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram que isto é apenas uma forma de manifestação e liberdade de expressão, um direito garantido pela Constituição Federal;
  • A busca por informação e o cultivo doméstico da planta são formas de redução de danos à saúde do usuário e à sociedade, ao não se financiar o tráfico de drogas que oferece um produto sem controle algum de qualidade e se fortalece e se perpetua através da retrógrada política de proibição ainda adotada no Brasil;
  • A tal cápsula para fumar maconha é na verdade uma estufa de cultivo, os bancos são utilizados para deixarem as plantas numa altura mais próxima da luz e o ventilador e duto são para circulação do ar. Então sem essa da polícia e mídia tradicional fantasiarem para criar uma notícia sensacionalista. Para noticiar é preciso antes se informar!

Leia também:

‘Sabemos que podemos ser presos’: grupo desafia a lei para criar clubes de maconha no Brasil

#PraCegoVer: fotografia (de capa) da mão e parte da face de uma pessoa de perfil fumando um baseado.

lazy placeholder Sede de Clube Canábico é localizada pela polícia em Londrina

Sobre Smoke Buddies

O Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. http://www.smokebuddies.com.br