Carl’s Jr. será a primeira grande cadeia de fast-food a vender hambúrguer com CBD

hamburguer carls Carls Jr. será a primeira grande cadeia de fast food a vender hambúrguer com CBD

Coberto de molho infundido com CBD, o hambúrguer será vendido na capital do Colorado que legalizou a erva recreativa em 2014. As informações são da Business Insider, com tradução Smoke Buddies.

Carl’s Jr. está fazendo história neste 4/20.

No sábado, o Carl’s Jr. vai estrear o “Rocky Mountain High: CheeseBurger Delight” em um único local em Denver. O hambúrguer de CBD estará disponível por 4,20 dólares durante o teste de um dia, realizado em 20 de abril, uma celebração cheia de erva para muitos americanos.

Com o teste, Carl’s Jr. se tornará a primeira grande cadeia de fast-food a lançar um item de menu infundido com cannabis – mesmo que for apenas para um evento de um único local, de um dia.

O CheeseBurger Delight consiste em dois hambúrgueres de carne, cobertos com jalapenos em conserva, queijo pepper jack, batatas fritas e “Molho Santa Fé” com infusão de CBD.

A ascensão do hambúrguer de CBD

Carl’s Jr. vem trabalhando no hambúrguer de CBD desde o lançamento de seu hambúrguer vegano Beyond Meat no início de janeiro, de acordo com Patty Trevino, vice-presidente sênior de marketing de marca da empresa.

Ao contrário da maioria dos testes de menu, uma das primeiras conversas de Trevino sobre a decisão de Carl’s Jr. de fazer um hambúrguer com infusão de CBD foi com a equipe jurídica da empresa. O restaurante de Denver foi escolhido como o local do teste de 4/20 em parte porque o Colorado legalizou a maconha recreativa em 2014.

Trevino disse que o teste é mais do que um golpe de um dia de 4/20. Carl’s Jr. estará monitorando as vendas e as respostas dos clientes e franqueados, e se tudo correr bem, disse Trevino, a expansão do teste continua sendo uma opção – com a possibilidade de um dia lançar um hambúrguer com infusão de CBD nos EUA.

“Se alguém vai fazer isso, eu quero que o Carl’s Jr. faça isso”, disse Trevino sobre a perspectiva de lançar um item de cardápio infundido com CBD em âmbito nacional.

Enquanto a navegação estado-por-estado entre as regulamentações pode ser desafiadora, Trevino disse que o Carl’s Jr. tem uma vantagem como uma cadeia da Costa Oeste, operando em mais estados que legalizaram totalmente a maconha. No total, o Carl’s Jr. e o Hardee’s, sua marca irmã que domina o Sul e o Meio-Oeste, têm 3.800 locais em 44 estados e internacionalmente.

O CBD, que tem sido comemorado por seus potenciais benefícios para a saúde, é o componente não-psicoativo da maconha – o que significa que comer um hambúrguer de CBD não vai te deixar chapado. Com a aprovação da lei agrícola no ano passado, o CBD está se tornando predominante, apesar dos relatos de ingredientes perigosos e rótulos enganosos .

Os varejistas e os restaurantes estão cada vez mais intrigados com o CBD – a Walgreens e a CVS assinaram acordos para vender produtos de CBD, e a badalada cadeia de restaurantes By Chloe oferece doces com infusão de CBD, por exemplo. Uma equipe de analistas do banco de investimentos Cowen estimou recentemente que o mercado estadunidense de CBD poderia disparar para US$ 16 bilhões até 2025 de aproximadamente US$ 1 bilhão a US$ 2 bilhões agora.

Leia também:

Starbucks será a primeira grande rede a oferecer bebidas com maconha

#PraCegoVer: fotografia (de capa) frontal de um CheeseBurger Delight com um fundo branco.