CannaDouro: Portugal receberá Feira Internacional de Cânhamo do Porto

 CannaDouro: Portugal receberá Feira Internacional de Cânhamo do Porto

Para resgatar a sua história na produção de cânhamo industrial e seguir a onda mundial da legalização da maconha, Portugal será palco da Feira Internacional de Cânhamo do Porto, a CannaDouro, que explanará os usos industrial, medicinal e recreativo da cannabis. O evento ocorrerá na cidade do Porto, às margens do Rio Douro, nos dias 18 e 19 de novembro.

A maconha está presente em Portugal desde o século XIV quando as grandes descobertas marítimas tinham em suas embarcações o cânhamo como matéria-prima de partes como velas e cordas. Na cidade do Porto, a presença da planta foi ainda mais marcante com a fabricação e escoamento de toneladas de linho de cânhamo.

No intuito de retomar a conexão histórica da cidade do Porto com o Cânhamo, será realizada a Feira Internacional de Cânhamo do Porto – CannaDouro que abordará a cannabis em suas três grandes esferas: Industrial, Medicinal e Recreativa.

Atualmente, segundo a organização do evento, o uso industrial do cânhamo não ocorre mais nas terras lusitanas, mesmo sendo conhecido o grande potencial ambiental e tecnológico deste recurso renovável.

O uso recreativo de maconha, assim como o auto-cultivo, de acordo com os organizadores, há cerca de quatro décadas vem se tornando cada vez mais presente na sociedade portuguesa, sendo hoje uma realidade comum a todas as classes socioeconômicas do país.

Segundo o “Relatório Europeu sobre Drogas 2015: Tendências e Evoluções”, elaborado pelo Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (EMCDDA), Portugal tem uma estimativa de consumo de cannabis de 9,4% do total da população. Na União Europeia como um todo, o mesmo relatório indica que 19,3 milhões de adultos consumiram maconha no ano de 2013 e que 1% da população adulta a consome diariamente ou quase diariamente.

O número de portugueses que fazem uso do óleo de CBD, componente não psicoativo da maconha, cresce cada vez mais. Ainda segundo a organização da feira, assim como no mundo, o uso medicinal da cannabis em Portugal é uma realidade que aumenta a cada dia, sendo cada vez maior o número de empresas com interesse em cultivar e realizar os processos de extração no país, devido às excelentes condições climáticas e de exposição solar.

 CannaDouro: Portugal receberá Feira Internacional de Cânhamo do Porto

Durante os dois dias do evento, empresas como Biobizz, Sweet Seeds, The Art Of Joint e Green House Seeds exporão seus produtos aos visitantes que ainda poderão se deleitar com conferências que abordarão temas como: Clubes Canábicos na Espanha, Usos Medicinais da Cannabis e Paradoxos da (des)criminalização.

Além das exposições e conferências, a feira contará também com workshops e shows musicais que ainda não foram divulgados pela organização, fora uma praça de alimentação onde marcas como a espanhola Cannabeer e a cerveja Super Bock estarão presentes.

Objetivos da CannaDouro

Seguem abaixo os objetivos do evento, de acordo como estão no site do mesmo.

A CannaDouro pretende contribuir para a reativação do cultivo industrial do cânhamo em Portugal, apresentando vários exemplos internacionais de empresas do setor canábico, de áreas como vestuário, alimentação, cosmética, construção ecológica, entre outras, tentando fazer frente ao preconceito social que existe em relação a esta planta versátil.

Em relação ao uso recreativo, a feira internacional visa contribuir para a informação dos usuários e para a promoção de um uso consciente da cannabis, de forma a prevenir e minimizar problemas de saúde individual e pública. Por outro lado, quer promover o auto-cultivo, que contribui para deslocar o uso recreativo da maconha dos meios ilícitos e violentos.

No que toca à dimensão empresarial relacionada com o uso recreativo, a CannaDouro pretende apresentar à cidade do Porto as mais recentes técnicas de auto-cultivo e toda a capacidade inovadora e empreendedora deste setor de negócios que envolve dezenas de operadores no país e um volume gigantesco de negócios pelo mundo, no caso de países como Espanha, Holanda, EUA, Itália, entre outros.

Na temática do uso medicinal, a CannaDouro ambiciona tornar acessível a informação sobre as potencialidades e propriedades terapêuticas da cannabis, trazendo a Portugal empresas internacionais e estimulando um amplo debate na sociedade em torno do tema.

A CannaDouro deseja colocar Porto e Portugal no calendário internacional de feiras e certames relacionados com a cultura canábica que se realizam por toda a Europa.

Serviço

Feira Internacional de Cânhamo do Porto – CannaDouro

18 e 19 de novembro de 2017

Centro de Congressos da Alfândega, Porto, Portugal

Entrada: 1 dia – 5 euros / 2 dias – 8 euros

Facebook: http://www.facebook.com/cannadouro

 CannaDouro: Portugal receberá Feira Internacional de Cânhamo do Porto

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *