Posts de André Barros

André Barros

mm
ANDRÉ BARROS é advogado da Marcha da Maconha e vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ

POR QUE LEGALIZAR A MACONHA?

Legalizar a maconha é de suma importância para a sociedade e se faz urgente, uma vez que reduziria a violência e repararia a política racista de […]

leia mais

TRISTEZA NÃO TEM FIM

Enquanto o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, e sua quadrilha dos milhões estavam ocupados tramando como limpar os cofres do Estado, o museu mais importante da […]

leia mais

PELO FIM DA INTERVENÇÃO MILITAR

Há alguma forma de pensar no Rio de Janeiro sem relacionar o nome à violência desenfreada? Em apenas uma manhã, mais de 10 tiroteios acontecem nas […]

leia mais

PAES É CABRAL. CABRAL É PAES

Do mesmo modo que financia o lobby pela proibição da maconha por interesses próprios, a elite empresarial limpou os cofres do Rio de Janeiro com a […]

leia mais

CRIMINALIZAÇÃO RACISTA DA MACONHA

A legalização da maconha é necessária não somente para combater efetivamente o narcotráfico e o mercenário esquema da guerra às drogas, mas também para reparar uma […]

leia mais

LULA SERÁ CANDIDATO?

O que vem sendo noticiado pela imprensa em geral é que o ex-presidente Lula não será candidato, todavia a lei que embasa a sua inelegibilidade é […]

leia mais

AS 23 CONDENAÇÕES DE JUNHO DE 2013

Inacreditável, o exercício de um direito constitucional motivar as condenações de cidadãos que protestam contra um político ladrão, ao não ser no Brasil, onde um governador […]

leia mais

MACONHA E RECEITA TRIBUTÁRIA

Nos EUA, o estado do Colorado usufrui dos benefícios da legalização da maconha, como uma arrecadação bilionária de impostos. Enquanto isso, aqui no Brasil, o governo […]

leia mais

FORA CRIVELLA E LIBERDADE PARA LULA

Não é por acaso que avanços na esfera das liberdades individuais, como a legalização da maconha, sempre andam a passos lentos no Brasil. Além dos tabus […]

leia mais

MARCHA DA MACONHA E JUNHO DE 2013

Os mesmos instrumentos do capitalismo cognitivo que trocaram pessoas por máquinas, levando milhões ao desemprego, possibilitaram o surgimento do midiativismo e agora servem à mobilização social […]

leia mais
CLOSE
CLOSE